Mês: maio 2018

GENTE DE LAVRAS – RENATA LA-ROCCA

GENTE DE LAVRAS – RENATA LA-ROCCA

Entre um gole e outro de café, servido em uma clássica xícara esmaltada de ágata, a comerciante Renata La-Rocca, uma lavrense formada em Direito, conta como viu sua vida tomar um rumo bem diferente. Proprietária de um espaço gourmet, recentemente inaugurado, que tem a sua cara e um cardápio recheado de histórias inspiradas em sua infância, diz que antes de ir embora de casa nunca tinha entrado na cozinha, até surgir essa necessidade quando morou sozinha o que acabou lhe revelando sua grande paixão e talento que nem sequer sonhava existir. Sua relação com as panelas era meramente brincar entre as cozinheiras do restaurante de seu pai. Rindo, menciona que sentava para papear com as cozinheiras e descrevia o que queria comer e como deveria ser feito, nunca imaginando que um dia, ela própria, iria comandar o fogão.

Foi na primeira edição da Ovinofest, em 2013, evento voltado para o setor da ovinocultura, que ela conheceu o chef Roberto Vianna e, a partir de suas oficinas, percebeu sua verdadeira vocação. Relembrando os acontecimentos, a empreendedora imediatamente abre um sorriso, os olhos brilham e a conversa flui. Entre este dia e maio de 2018 foram muitas as ideias, as receitas testadas e muitos elogios que continuam a motivá-la a cada dia que passa.

Foi dentro da família, literalmente de boca em boca, que os doces da “neta predileta” como ela, brincando, se auto-intitula, começaram a fazer sucesso. Fez um bolo para o aniversário do pai e, a pedido da prima, repetiu a delícia para outra festa e assim sua fama foi se espalhando. Ela conta que pegou a receita do merengue da Vó Edith, um creme da Vó Morena, os recheios prediletos e a massa de bolo da Vó Adelina e quando viu estava preparando os próprios quitutes. Para aprimorar fez curso de brigadeiro gourmet e miniconfeitaria no famoso espaço Aires Scavone em Porto Alegre e, hoje, acha que se vira muito bem.

De fato, ela não começou agora. Empreender foi natural em sua vida. Aprendeu a trabalhar com o seu pai, ainda pequena, e nunca mais parou. Sempre ajudou os pais no restaurante da família e mal alcançou a pia já lavava louça, tirava os pratos da mesa e outros tantos afazeres que ela narra como prazerosos. E embora oDona Morena, nome carinhoso escolhido para homenagear as avós, tenha surgido de forma inesperada, mesmo sem capital, agarrou a oportunidade e, contando com o apoio de amigos e muito trabalho, arregaçou as mangas e tornou esse sonho realidade. Um sonho que incluía investir em sua cidade natal, pois sua intenção sempre foi trazer para Lavras todas as novidades possíveis, pois acredita que quem vive aqui merece conhecer e desfrutar do que há de melhor.

Infelizmente, as pessoas ainda insistem em achar que quem volta para Lavras do Sul, faz porque está derrotado, porque não deu certo em outro lugar. Mas a Renata prova que essa pequena cidade, no interior do Rio Grande do Sul, tem um potencial gigantesco e que talvez as pessoas ainda não tenham se dado conta.

Ela se emociona ao contar que esse espírito empreendedor vem da sua principal inspiração, a Vó Edith, mas todas as avós a motivaram, igualmente, a ser quem ela é, uma mulher realizada e que honra a luta de todas as mulheres  de gerações anteriores da família e que hoje, também, inspira outras empreendedoras na cidade.

A lavrense acredita que a cidade tem muito a oferecer, que só tende a melhorar, mas que para isso as pessoas precisam entender que é possível e que, às vezes, a realização pessoal está mais perto do que se imagina. É só escolher os ingredientes certos!

Jogo da mineração na Feira do Livro de Lavras

Jogo da mineração na Feira do Livro de Lavras

Onde está a mineração é um jogo de cartas educativo, com perguntas e respostas que tem o objetivo de informar de onde vêm os recursos para produzir objetos que utilizamos no dia a dia. Essa atividade acontece durante a Feira do Livro de Lavras do Sul  entre os dias 24 e 26 de maio no Clube Comercial do município. O tema deste ano da Feira é “Empoderamento social e histórico: resgatando o passado e debatendo o futuro” e promete abranger públicos variados com palestras que agradam a todas as idades. durante a Feira do Livro de 

Campanha de doação de livros terá lançamento durante a Feira do Livro de Lavras do Sul

Campanha de doação de livros terá lançamento durante a Feira do Livro de Lavras do Sul

A Feira do Livro de Lavras do Sul, edição 2018, que acontece dos dias 24 a 26 de maio no Clube Comercial, será palco do lançamento da Campanha Doe livros e dê asas à imaginação.

A apresentação do projeto ocorre no dia 25, às 13h30, e é uma parceria entre Farmácia Agafarma, Águia Fertilizantes, Banco do Brasil, Centro Espírita Allan Kardec, Loja Globo, Loja MD, Nano BizTools e Rádio Pepita.

Os livros arrecadados poderão ser entregues nos pontos de coleta entre os dias 24 de maio e 08 de junho, e serão destinados à Casa de Cultura José Néri da Silveira, de Lavras do Sul.

 

Serviço:

Pontos de coleta:

 Agafarma – Rua Pires Porto, 333

Águia Fertilizantes – Av. Cel. Galvão, 276 (Lavras do Sul) e

Banco do Brasil – Rua Cel. Mesa, 245

Centro Espírita Allan Kardec – Rua Pires Porto, 577

Loja Globo – Rua João L. Bulcão, 514

Loja MD – Rua Pires Porto, 833

Nano BizTools – Rua Hoffmann, 447 (Porto Alegre)

Rádio Pepita – Rua Pires Porto, s/n

Feira do Livro conta com programação intensa

Feira do Livro conta com programação intensa

A edição 2018 da Feira do Livro de Lavras do Sul acontece entre os dias 24 e 26 de maio no Clube Comercial do município. O tema deste ano é “Empoderamento social e histórico: resgatando o passado e debatendo o futuro” e promete abranger públicos variados com palestras que agradam a todas as idades.

O patrono da Feira deste ano é Moisés Silveira de Menezes. Nascido em Lavras do Sul, é coronel reformado da Brigada Militar, graduado em Letras, poeta, compositor e pesquisador e estará na cidade para além da homenagem lançar seu novo livro, Peregrinas Inquietudes.

A abertura oficial do evento será realizada no dia 24, a partir das 17h30. Entre as principais atividades estão a homenagem ao Patrono da Feira, o show musical com a cantora lavrense Ana Lúcia Tavares de Souza e o Bate-Papo com a jornalista e publicitária, Marta Dueñas.

No dia 25, sexta-feira, entre outras atividades acontece o Lançamento da Campanha “Doe Livros. E dê asas à Imaginação” e a posse do Prefeito, Vice-prefeito e vereadores mirins.

Além disso, a programação fixa, que ocorrerá durante os 3 dias do evento, conta com as livrarias Nativa, Caminhos e Grupo Espírita Allan Kardec e com a exposição do Espaço Águia Fertilizantes, Jogo da Mineração, CRAS, Nota Fiscal Gaúcha, Tecelagem Lavrense e Sabor da Terra.

 

Conheça o Patrono da Feira do Livro:

Moisés Silveira de Menezes nasceu em Lavras do Sul, mas passou sua infância em Tupanciretã. Apaixonado pela literatura fez sua estreia no campo da escrita com o livro Tapera da Ilusão, em 1985, e desde então já lançou diversos livros de poesia, além da participação como jurado em eventos de música, poesia e arte. É membro efetivo da Estância da Poesia Crioula, da Casa do Poeta de Santa Maria, da Casa do Poeta de São Pedro do Sul e da Associação Cultural Zeca Blau de Quevedo.

 

Serviço:

O que  – Feira do Livro de Lavras do Sul – Empoderamento social e histórico: resgatando o passado e debatendo o futuro

Quando – 24 a 26 de maio de 2018

Onde – Clube Comercial de Lavras do Sul

Nosso Time

Nosso Time

Todo mundo o conhece por Zazá, mas tenho certeza que poucos sabem que este “apelido” na verdade é o sobrenome que a família adotou há três gerações.

Wagner Fernandes Zazá é de formação Técnica em Metalurgia e está na Águia Fertilizantes desde seu início em 2010.

É o sexto filho dentre nove irmãos, pai de uma menina, Eduarda, de 13 anos, que só veio depois de 21 anos de seu casamento, quando sua esposa Maria de Fátima e ele já haviam desistido da paternidade.

Hoje Zazá, com seu inconfundível sorriso, se divide entre o Projeto Fosfato e a propriedade rural, onde está sua família, há 45 km de BH. Lá, na terra que adquiriu no condomínio que seu pai deixou de herança, se dedica a criação de vaca leiteira (ele está começando a produção de queijo curado!!) e a plantação de café orgânico.

 

Gerente de exploração do Projeto Fosfato palestra no SISBRAMME

Gerente de exploração do Projeto Fosfato palestra no SISBRAMME

O geólogo Alfredo Rossetto Nunes, gerente de exploração do Projeto Fosfato Três Estradas, apresentou, na última quinta-feira (03), a palestra “Projeto Fosfato: da descoberta ao estudo de viabilidade”, na segunda edição do Simpósio Sul Brasileiro de Mineração, Metalurgia & Exploração (SISBRAMME) – edição 2018, na UFRGS, em Porto Alegre.

Para uma plateia de cerca de 100 pessoas, entre estudantes, interessados e profissionais da área, Alfredo explanou sobre o trabalho de geologia desenvolvido para o futuro empreendimento, falou sobre as melhorias que o projeto traz, tais como reuso de água e maior tempo de duração da mina, e encerrou falando do compromisso da empresa com os interesses da região.

“Como geólogo em atuação há 30 anos, tenho grande orgulho em participar de um projeto que poderá contribuir com a agricultura gaúcha. Acredito que o Rio Grande do Sul tem vocação para a mineração e um projeto como este, que está em desenvolvimento em Lavras do Sul, poderá aliar duas forças econômicas do Estado: o agrobusiness e a mineração” falou Nunes.

O SISBRAMME é um evento organizado por grupos estudantis vinculados respectivamente à SME (Society for Mining, Metallurgy & Exploration), à SEG (Society of Economic Geologist) e à ISEE (International Society of Explosives Engineers), e neste ano teve o tema “Indústrias de Base”, que tem o objetivo de reunir trabalhos, palestras e minicursos relacionados às áreas de mineração.

A empresa Águia Fertilizantes acredita na importância da aproximação das empresas e projetos em curso no país com a universidade, possibilitando a qualificação de estudantes e a atualização de profissionais da área.

Águia apresenta Projeto Fosfato Três Estradas para alunos do curso de Geologia da Unisinos

Águia apresenta Projeto Fosfato Três Estradas para alunos do curso de Geologia da Unisinos

Mais uma vez a Águia Fertilizantes abre suas portas para os alunos do curso de Geologia da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Na última segunda-feira (30/04), os estudantes do 8º. e 9º.  semestres foram recebidos pelo Gerente de Exploração, Alfredo Rossetto Nunes, e sua equipe no escritório do Projeto Fosfato Três Estradas em Lavras do Sul.

Cerca de 40 alunos participaram da visita e  acompanharam as explicações do geólogo Lucas Galinari que apresentou o arquivo de amostras das pesquisas geológicas do Projeto e explanou sobre o ritmo de trabalho dos profissionais dessa área. Além disso, Lucas discorreu sobre os desafios cotidianos da empresa para que o futuro empreendimento se torne realidade.

Para a professora coordenadora da visita, Lucy Takehara Chemale, oportunizar aos alunos esse tipo de atividade é um aprendizado que não seria possível em sala de aula. “Levamos os alunos aos locais onde as empresas estão para que entendam um pouco do contexto, e possam visualizar como é um projeto de mineração em desenvolvimento.”

A Águia Fertilizantes reconhece o importante papel das empresas na formação dos futuros profissionais e acredita ser imprescindível a vivência prática no currículo acadêmico, por isso, está aberta às visitas técnicas de estudantes e seus professores interessados em conhecer o Projeto de mineração que vem desenvolvendo na região.

Para mais informações fazer contato pelo e-mail contato@projetofosfato.com.br