A mineração em nosso dia-a-dia

Ela está nas nossas roupas, nas nossas casas, nos remédios que tomamos e em praticamente todos aparatos eletrônicos que usamos. A mineração, atividade praticada desde o início da civilização e que foi impulsionada a partir da 1ª Revolução Industrial, ganha cada vez mais protagonismo no nosso dia-a-dia.

Seja pela extração de ferro, que no século XIX se tornou indispensável para fabricação de maquinário devido à proliferação das ferrovias, ou mais atualmente pelos elementos necessários para a fabricação de microchips, o uso dos minerais para o crescimento econômico e social do planeta é uma realidade que faz parte do nosso cotidiano.

1 – No computador:

Para a fabricação de um computador, equipamento hoje indispensável em qualquer setor profissional, cerca de 40 minerais são utilizados e cada um deles desempenha um papel importante para o funcionamento do aparelho. Titânio, ferro e cobre, por exemplo, proporcionam sua estrutura. No vidro que cobre a tela temos chumbo, quartzo, galena, cerussite e anglesite. Fora os minerais utilizados para o “cérebro” da máquina: silício, ouro, prata, cobre e estanho.

2 – Na make:

Os lápis, blushes e batons são compostos de uma série de minerais. Na fórmula desses produtos podemos encontrar dióxido de titânio (usado nos protetores solares), a mica (que proporciona o brilho a alguns produtos), o óxido de zinco (antisséptico), e óxido de ferro e cloreto de bismuto, responsáveis por controlar a oleosidade da pele. Na contemporaneidade os avanços tecnológicos permitiram que as pesquisas fossem aprofundadas e cada dia é mais intensa a presença de minerais como a argila, magnésio, malaquitas e até pedras preciosas que trazem novas tonalidades e texturas e ainda prometem tratar a pele.

3 – Na nossa cozinha:

Em um breve passeio pela cozinha de nossas casas é possível ter mais exemplos de como a mineração influencia de maneira direta na vida do ser humano. Abrimos o armário e nos deparamos com o alumínio das panelas, dentro das gavetas encontramos aço inoxidável nos talheres, nos refrigeradores o estanho e o manganês em diversos dos utensílios domésticos. Nos alimentos, como o sal de cozinha, temos o mineral halita, um cloreto de sódio. Além disso, é importante lembrar, não teríamos vegetais e verduras de qualidade e em grandes quantidades não fosse o uso e fertilizantes, compostos de fosfato e potássio.

4 – Na medicina:

O setor da saúde não sobreviveria sem a mineração. Cálcio, enxofre, o flúor (o mesmo da pasta de dentes), boro e bismuto (também presentes em tintas e esmaltes), bromo (que também é usado na fotografia e em inseticidas), magnésio, iodo e mercúrio são apenas alguns dos exemplos de minerais presentes em medicamentos. Isto sem citar todos os que são precisos para a formação de uma estrutura hospitalar: prédio, maquinários, aparelhos e exames laboratoriais.

5 – Nos nossos óculos:

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mais de 35 milhões de pessoas sofrem algum problema de visão no Brasil, o que corresponde a cerca de 19% da população. Uma enorme quantidade desses cidadãos depende dos óculos para enxergar e você sabia que a lente precisa de um composto químico formado por carbono e silício para ser lixada? Ambos encontrados em abundância na crosta terrestre e obtidos através da mineração.

6 – No transporte:

Trens, carros, motocicletas, aviões e até uma simples bicicleta: todos estes meios de transporte, sem exceção, precisam de no mínimo um minério para serem construído – o ferro. Além dele aço, alumínio e sílica são apenas alguns dos exemplos da utilização da mineração no setor. Os tão sonhados carros elétricos também dependem de níquel, cobre, lítio e outros minerais. 

7 – Nas joias:

O Brasil é um dos maiores produtores de pedras preciosas do mundo, com cerca de 90 tipos diferentes. Muitas delas são usadas na fabricação de joias: anéis, colares, brincos e pulseiras.

8 – Na agricultura:

Para que tenhamos uma mesa farta de alimentos vindos de plantações espalhadas pelo mundo, os fertilizantes são extremamente necessários, já que as plantas necessitam de diversos elementos para crescerem saudáveis. Entre os macronutrientes estão o carbono e o fósforo, que junto com o nitrogênio formam o NPK, matéria prima para fertilizantes. 

9 – Na fotografia:

Hoje já nos acostumamos a fotografar diretamente de nossos aparelhos de celular e poucas ainda mantém o hábito de imprimir os retratos tirados em momentos especiais. Mas saiba que para que tenhamos álbuns recheados de boas lembranças utilizamos prata e bromo.

10 – Nos smartphones

É bem provável que você esteja lendo este texto de um aparelho celular. Pois saiba que para sua fabricação são utilizados mais de 10 tipos de minérios. Lítio, tântalo, cobalto, platina e terras raras são apenas alguns dos minerais utilizados para que o planeta se comunique através destes aparelhos. Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo(FGV-SP), realizada em 2019, existem hoje no Brasil mais de 230 milhões de celulares ativos.

Fontes: Revista Super Interessante, Serviço Geológico do Brasil – CPRM, Minerais: Sua utilização na nossa vida diária (Unigranrio).