Projeto Fosfato Três Estradas promove Roda de Conversa na Expolavras

O Projeto Fosfato Três Estradas, realizou na tarde do último sábado, durante a Expolavras 2019, uma Roda de Conversa para falar sobre o empreendimento e principalmente, para apresentar, aos lavrenses e participantes do evento, as mudanças na 1ª fase do projeto que agora prevê 17 anos de produção de um fertilizante natural de aplicação direta, ambientalmente amigável e acessível a pequenos e grandes agricultores.

De acordo com Luiz Clerot, Gerente de Implantação do Projeto, “o empreendimento trará benefícios à cidade de Lavras do Sul, que contará com a unidade de produção no município, ao produtor rural, que contará com um produto de qualidade superior e com custo acessível, e ao meio ambiente que contará com um projeto de mineração de menor impacto ambiental”.

O evento contou com a participação dos engenheiros agrônomos Carlos Renato Barbosa e Bruno Barcellos. Para Carlos Renato são inúmeros os benefícios da utilização desse tipo de produto. “Entre inúmeras vantagens, uma delas é a diminuição dos custos. Já que a interação entre a adubação natural e o controle biológico potencializa a produção”.

Bruno, que é responsável pela Prover, uma empresa de informação produtiva, salientou que antigamente não se tinha esse conhecimento: “tudo o que sabemos agora, através de muitas pesquisas, comprova que esse tipo de adubação soma significativamente e potencializa o trabalho do produtor”.

O Gerente de Geologia do Projeto, Lucas Galinari, destacou a importância destes momentos de esclarecimento à população. “Prezamos muito por essa relação com a comunidade, porque sabemos que manter a transparência sobre o empreendimento é essencial para manter a credibilidade da Águia perante a população local”.